'Nós vai, Curinthia!'

Upgrade

TUTTY HUMOR, O Estado de S.Paulo

06 Julho 2012 | 03h03

Vendida por R$ 1,4 milhão pelo governador Marconi Perillo, a casa onde Carlinhos Cachoeira foi preso está de novo oferecida nos classificados de Goiânia por R$ 2,5 milhões. Ou seja, valorizou-se com o escândalo!

Questão de gosto

Pelo que dá para entender nas entrelinhas do noticiário sobre o Mercosul, Cristina Kirchner quer a China e Dilma Rousseff a Venezuela no lugar do Paraguai. O uruguaio José 'Pepe' Mujica concorda com as duas!

Seca pimenteira

Decepcionada com o Boca Juniors, a torcida do São Paulo aposta ainda no Coritiba. Se, a exemplo do Corinthians na Libertadores, o Palmeiras conquistar a Copa do Brasil, aí danou-se: restarão as velhas piadas sobre são-paulinos para divertir a galera.

Castigo

Mães de adolescentes brasileiras fãs de Justin Bieber não estão acreditando: o cantor confirmou no Twitter que sua fará escala na América do Sul.

Burro de carro

Guido Mantega teme que aumentos nos gastos com Educação possam "quebrar o Estado"! Avalia que se, em vez de estudar, todo brasileiro comprar um carro, o País crescerá muito mais.

Ciência da bola

A torcida do Corinthians está dividida sobre os méritos da conquista da Libertadores. Não sabe se credita o feito à chamada "partícula de Tite" ou ao famoso "bóson do Emerson".

Acostumado a enfrentar a fúria de terremotos, tsunamis e vulcões, o Japão deve tirar de letra a invasão corintiana prevista para dezembro.

Fenômeno natural no Brasil como o quebra-quebra festivo da madrugada da última quinta-feira em São Paulo, francamente, do outro lado do mundo é pinto! Os japoneses sabem lidar com o problema.

O que mais preocupa na empolgação desenfreada que tomou conta da Fiel após a conquista da Libertadores é a maneira impulsiva com que um bando de loucos vem tomando a decisão de acompanhar o Timão na final do Mundial de Clubes contra o Chelsea.

"Nós vai, Curinthia!"

Ontem mesmo, tinha torcedor no sufoco habitual da Estação Itaquera do Metrô combinando com amigos pegar carona para Tóquio na Marginal Tietê, sem saber ao menos pra que lado fica o Japão.

Gente que comprou ingresso falso na Bombonera e levou teco de bala de borracha na porta do Pacaembu faz agora fé na maior seriedade dos cambistas e policiais japoneses para, enfim, participar da festa corintiana em 2012.

Sem querer jogar água no chope da galera, como dizia Gilberto Gil numa antiga canção sobre a possibilidade de ir pro Japão, "se oriente, rapaz!".

Primeiro e único

Comentava-se ontem em Paraty que Luis Fernando Verissimo é um pouco responsável pelo surgimento de toda uma geração de comediantes com a veia histriônica do stand-up. "Depois dele, francamente, nada menos original e sem graça que um humorista tímido!"

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.