Noivo fujão se casa

RIBEIRÃO PRETO

, O Estado de S.Paulo

01 de agosto de 2010 | 00h00

Depois de uma briga e do registro de um boletim de ocorrência por roubo, a professora Sueli Casarotti, de 49 anos, e o pedreiro Antônio Mondim, de 47, se casaram ontem em Ribeirão Preto, interior de São Paulo. Sueli alegou que o pedreiro fugiu com R$ 19 mil, um carro e uma moto. Quatro dias depois, Mondim voltou, disse que fora pescar e foi perdoado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.