Noivo desiste de casar e tem de pagar R$ 11 mil

Um rapaz terá de indenizar a ex-noiva, Cristiane Costa de Andrade, em R$ 11.553,03 por danos materiais e morais pelo rompimento do noivado. A decisão foi tomada pela 6.ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio e confirma a condenação em 1.ª instância.

RIO, O Estado de S.Paulo

04 Novembro 2011 | 03h05

Segundo a ex-noiva, Marcelo de Azevedo Fernandes teria terminado o noivado por intermédio dos pais dela, em setembro de 2007. Ele teria contado ainda detalhes do relacionamento, desrespeitando sua intimidade e ignorando as despesas efetuadas para a realização da cerimônia de casamento e moradia do casal. Cristiane alegou que sofreu abalo a ponto de precisar de tratamento psicoterápico e apresentou como provas uma série de recibos, pagamentos e contratos em conjunto.

Segundo o desembargador Benedicto Abicair, responsável pela decisão do TJ, "por certo, não se pode negar o sofrimento e angústia que causam o rompimento do vínculo afetivo, em especial, quando se tem por certa a constituição de nova família, após a realização de todos os preparativos para o casamento".

O magistrado destaca a vergonha e a humilhação sofridas por Cristiane, que só soube do fim do relacionamento pelos familiares. "Sem a sua presença, o réu manifestou sua vontade em romper o compromisso, explicitando detalhes do relacionamento que o levaram àquela decisão, em desrespeito à intimidade da ora apelada", diz a sentença.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.