Noite violenta deixa saldo de 1 policial e 4 bandidos mortos na capital paulista

Aparentemente, segundo a polícia; todos os assaltantes mortos seriam menores de 18 anos

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

03 de maio de 2012 | 05h42

SÃO PAULO - Um policial militar e quatro bandidos morreram e um quinto criminoso foi preso em três assaltos ocorridos entre as 17 e 23 horas de quarta-feira, 2, nas regiões oeste e leste da capital paulista.

 

No final da tarde, na altura do nº 1.858 da Estrada Turística do Jaraguá, em frente o supermercado ITA, na Vila Jaguari, zona oeste da cidade, o adolescente Cléber Aparecido de Andrade, de 15 anos, armado e na garupa da moto pilotada pelo comparsa, atirou contra um policial militar que, armado e à paisana, deu voz de prisão à dupla que havia acabado de assaltar o estabelecimento comercial. No revide do policial, o menor foi atingido e morreu quando era atendido no pronto-socorro de Pirituba. O policial ficou ileso; o outro bandido conseguiu fugir na moto, mas foi perseguido por uma viatura da PM e detido na sequência, na mesma região. O caso foi registrado na Central de Flagrantes da 3ª Delegacia Seccional/Oeste.

 

À paisana e desarmado, o sargento Rosalvo Teixeira Alfenas, do 8º Batalhão da Polícia Militar, foi morto com dois tiros, um na perna e outro na barriga, por volta das 19 horas, ao se atracar com um dos dois bandidos que assaltavam o bar onde o Teixeira, em seu dia de folga, e amigos estavam reunidos, na altura do nº 19 da Rua Bom Jardim de Minas, no Parque São Lucas, na zona leste. A dupla entrou o bar, dominou clientes e o proprietário e ordenou que todos fossem para atrás do balcão. No momento em que o criminoso armado exigiu os documentos e os celular das vítimas, o sargento resolveu dar uma gravata no assaltante. Os dois foram ao chão, momento em que o bandido conseguiu atirar, atingido Rosalvo. A dupla conseguiu fugir. O sargento morreu quando era atendido no pronto-socorro da Vila Alpina. O caso foi registrado no 42º Distrito Policial, do Parque São Lucas, pelo delegado Marco Antonio Bernardino.

 

Já no final da noite, na esquina entre a ruas Pascoal Zimbardi e Paula Lima, no Jardim Lapena, região de São Miguel Paulista, na zona leste, três assaltantes, todos aparentemente menores de 18 anos, teriam trocado tiros com policiais militares de duas viaturas da Força Tática do 2º Batalhão ao serem flagrados realizando um sequestro relâmpago. A vítima, Paulo Roberto Rodrigues Soares, foi abordada ao volante do veículo e levada pelos criminosos no próprio carro. Uma testemunha ligou para o 190, acionando a PM, que localizou o veículo nesta esquina do Jardim Lapena. Baleados após supostamente resistirem à voz de prisão, os três criminosos morreram no pronto-socorro de Ermelino Matarazzo. Até as 5h30, o boletim de ocorrência não havia sido encerrado no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Os dados do tiroteio foram repassados também para o delegado Vitor Eduardo Alves Rosa, plantonista do 22º Distrito Policial, de São Miguel Paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.