Noite de perseguições, tiroteios e morte na região do Morumbi

Tentativa de assalto e roubo de veículo terminaram com um saldo de dois bandidos mortos, dois baleados e um preso; entre eles três adolescentes.

Pedro da Rocha e Ricardo Valota, do estadão.com.br,

30 Março 2012 | 04h49

Atualizado às 6h10

 

Duas tentativas de assalto e um roubo, ocorridos entre as 20h30 de quinta-feira, 29, e a 0h30 desta sexta-feira, 30, na região do Morumbi, zona sul da capital paulista, deixaram um saldo de dois bandidos mortos, dois adolescentes baleados e um terceiro preso. Outros três assaltantes conseguiram escapar. Em dois dos três casos o tiroteio foi precedido de perseguição policial.

 

Eram 20h30 quando duas mulheres - patroa e empregada -, em um Hyundai i30, foram abordadas por três criminosos próximo ao Shopping Morumbi Sul. A proprietária do veículo, preocupada com a falta de segurança na região onde mora, resolveu dar uma carona para a empregada após o término do expediente da funcionária.

 

Após tomarem os pertences das duas mulheres, os criminosos fugiram, mas o veículo foi localizado por policiais da 5ª Companhia do 37º Batalhão na Estrada do Campo Limpo. Cientes do roubo e  pensando que havia dentro do veículo pelo menos uma vítima, os policiais apenas acompanharam o Hyundai.

 

Ao acelerarem para não serem alcançados pelos policias, os três bandidos acabaram batendo o veículo contra outros seis, todos estacionados, na Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, onde o veículo enfim foi parado. Dois adolescentes, de 16 e 17 anos, armados com dois revólveres, atiraram contra os policiais e foram baleados no revide, segundo a polícia. Ambos permaneciam internados no Hospital do Campo Limpo até as 4h30 desta madrugada de sexta-feira. Um terceiro bandido escapou a pé.

 

Quatro horas depois, próximo à unidade Morumbi do Hospital São Luiz, o motorista de um Fiat Punto foi baleado no braço por dois assaltantes, que fugiram sem levar nada. A vítima conseguiu dirigir até o hospital, onde permanecia internada. Ao receberem a descrição física da dupla, policiais militares encontraram um dos suspeitos parado próximo a um Santana vermelho, na Avenida Engenheiro Oscar Americano.

 

O suspeito, ao perceber que seria abordado, correu para dentro do carro, sentou no banco do passageiro e fugiu com o auxílio do comparsa, o adolescente L.O.B, de 17 anos, que estava ao volante. A perseguição terminou na esquina da Rua Paulo Avancini com a Avenida Magalhães de Castro (via local da Marginal do Pinheiros), após a Ponte Cidade Jardim, no sentido Interlagos.

 

Neste local, o adolescente perdeu o controle do Santana e atingiu a guia. O carro rodopiou, forçando o criminoso que estava ao lado do menor descer do carro, porém atirando contra os policiais, que revidaram e feriram o rapaz com três tiros. O criminoso, Marcos César Rosa, que enfrentou a PM com uma pistola calibre 380, morreu quando era atendido no pronto-socorro do Hospital do Campo Limpo. O adolescente se entregou.

 

Outro caso de resistência com morte ocorreu às 20 horas no Jardim das Palmas, também na região do Morumbi. Três assaltantes abordaram um casal na Estrada dos Mirandas. As vítimas foram obrigadas a parar a moto que ocupavam após um problema mecânico no veículo. No momento em que verificava a moto, o casal foi abordado pelos criminosos, um deles armado.

 

Ao anunciarem o assalto, os bandidos foram surpreendidos por policiais militares que faziam patrulhamento na região. O assaltante armado, Valter dos Anjos Silva, de 26 anos, atirou contra os PMs e foi baleado, morrendo no pronto-socorro Pirajuçara. Os outros dois bandidos conseguiram fugir a pé.

 

Os três casos foram registrados no 89º Distrito Policial, do Portal do Morumbi.

Mais conteúdo sobre:
Assaltos Morumbi tiroteio perseguição

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.