No Rio, Justiça manda soltar 9 militares acusados de entregar jovens a traficantes

Dos 11 militares do Exército denunciados na 7.ª Vara Federal Criminal do Rio, apenas dois - o tenente Vinicius Ghidetti de Moraes Andrade e o sargento Leandro Maia Bueno - serão julgado no Tribunal do Júri pelo assassinato dos jovens Wellington Gonzaga da Costa Ferreira, David Wilson Florenço da Silva e Marcos Paulo Rodrigues Campos. Os três moradores do Morro da Providência, no centro do Rio, foram levados, em junho de 2008, pelos militares para o Morro da Mineira, onde foram entregues aos traficantes que os assassinaram. Os jovens foram entregues como castigo por desacatarem o oficial que patrulhava o morro. Os oficiais responderão por triplo homicídio qualificado: motivo torpe, fútil e uso de meio cruel.

, O Estado de S.Paulo

26 de maio de 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.