No primeiro dia de inspeção, motoristas enfrentam fila em SP

Promessa era que motorista não ia demorar mais de 30 minutos na vistoria, mas alguns esperaram mais de 1 hora

Da Redação,

02 Fevereiro 2009 | 15h22

No primeiro dia de inspeção veicular ambiental, motoristas enfrentaram fila para conseguir passar pela vistoria. Nesta segunda, começou a inspeção para veículos com placas de final 1 na capital paulista. Carros a gasolina, álcool, flex ou movidos a GNV fabricados entre 2003 e 2008, motos de motores de quatro tempos de qualquer ano e veículos a diesel (caminhões, caminhonetes e ônibus), também de qualquer data de fabricação, são obrigados a passar pela vistoria - os caminhões têm calendário diferenciado. Os veículos que não fizerem a inspeção não poderão ser licenciados.  Veja também:Quem atrasar não será reembolsadoFórum: teve problemas? Mande seu relato Tire suas dúvidas sobre a inspeção veicularTabela para cálculo do IPVA Site para agendar a inspeçãoMais informações sobre o programa  A expectativa era que nenhum motorista demorasse mais de meia hora em um posto de inspeção. No entanto, alguns motoristas tiveram que esperar por mais de uma hora. O agendamento para fazer a inspeção é obrigatório. O proprietário deve marcar a vistoria pela internet no site ou pelo telefone (11) 3545-6868. O agendamento deve ser feito segundo a placa do veículo, no máximo em 90 dias antes da data-limite estabelecida pelo Detran para o licenciamento. Depois, é necessário imprimir o boleto e pagar em um dos bancos conveniados (Itaú, Unibanco, Bradesco, Nossa Caixa, HSBC, Santander ou ABN Amro Real) a taxa de R$ 52,73. Quem for aprovado na inspeção terá a taxa devolvida até o dia 10 do mês seguinte. Já está no ar uma página na internet para solicitar a devolução. Mas é preciso atenção: em caso de não comparecimento no prazo, a taxa não será devolvida. Nesta segunda, tem início o agendamento para os carros e motos com placa final 2, cuja inspeção começa em 3 de março e vai até 31 de maio.

Mais conteúdo sobre:
inspeção veicularinspeção

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.