Werther Santana/AE
Werther Santana/AE

No primeiro dia de greve, trens da CPTM têm circulação parcial

Linha 12-Safira, que liga as estações Brás e Calmon Viana, está totalmente parada; a Linha 11-Coral está inoperante entre as estações Estudantes e Guaianazes

Ricardo Valota, do Estadão.com.br,

01 de junho de 2011 | 04h53

SÃO PAULO - Moradores da Capital e da Grande São Paulo que dependem do transporte ferroviário, operado pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), encontram o sistema parcialmente paralisado desde as 4 horas - início das operações - em razão de greve decretada na noite de ontem, durante uma audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

 

A Linha 12-Safira, que liga Brás, no centro de São Paulo, até Calmon Viana, em Poá, na Grande São Paulo, está totalmente parada. A Linha 11-Coral, está inoperante entre as estações Estudantes, em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, e Guaianazes, na zona leste de São Paulo. Neste trecho, foram acionados ônibus por meio do Plano de Apoio entre as Empresas em Situação de Emergência (Paese). Já entre as estações Guaianazes e Luz, os trens circulam normalmente.

 

Segundo a assessoria de imprensa da CPTM, as Linhas 7-Turquesa (Jundiaí - Luz); 8-Diamante (Júlio Prestes - Itapevi); 9-Esmeralda (Osasco - Grajaú) e 10-Rubi (Luz - Rio Grande da Serra) operam normalmente. Já o presidente do Sindicato da Zona Sorocabana, Múcio Alexandre Bracarense, afirma que a Linha 8-Diamante (Júlio Prestes - Itapevi) opera apenas com 50% da capacidade e a linha 9-Esmeralda (Osasco - Grajaú), com 60% dos trens programados para o horário de pico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.