No Orkut, fotos de fogos armazenados na loja que explodiu

Em seu perfil, dono da loja fala do amor por motos e carros; usuários fazem ameaças e apóiam Castellani

Mônica Aquino, estadao.com.br,

25 de setembro de 2009 | 13h23

Fotos de Sandro Luiz Castellani no Orkut mostram os fogos que ele guardava na loja que explodiu em Santo André, causando a morte de duas pessoas na quinta-feira, 24. No perfil de Castellani, ele fala sobre sua vontade de viver bem "depois de tudo que conquistou" e mostra fotos de carros, motos e de uma chácara no interior de São Paulo.

 

Foto mostra parte dos fogos armazenados. No perfil, pessoa da foto não é identificada. Foto: Reprodução

 

Veja também:

mais imagens Galeria com fotos do acidente

mais imagens Foto mostra antes e depois da explosão

especialExplosão e tragédia - acidentes na última década

som Moradora de Santo André fala da explosão em loja

video Vídeo - Repórter fala da explosão em Santo André

especialTem relatos, fotos ou vídeos da tragédia? Mande para o Estadão no twitter

 

Desde o acidente, quase 200 mensagens foram deixadas na página de Castellani, que é procurado pela polícia. Entre os recados, há ameaçadas, mensagens de apoio, pedidos para que ele se entregue à polícia e piadas.

 

Algumas das mensagens indicam que Castellani ou outra pessoa pode ter acessado o perfil do Orkut depois do acidente e apagado parte dos recados deixados na página.

 

Perfil diz que ele 'quer curtir' tudo que conquistou e mostra paixão por carros e motos. Foto: Reprodução

 

Várias mensagens fazem menção à falta de alvará para o armazenamento de fogos de artifício. "(...) ele sabia dos riscos e continuou.", diz uma das mensagens. A prefeitura de Santo André também é criticada por alguns usuários, que dizem que as autoridades sabiam que a loja vendia fogos de artifício e mesmo assim não tomou providências.

 

Outras, pedem que ele se apresente à polícia e mostre preocupação com a mãe, uma das vítimas que ficou ferida após a explosão. Sônia Maria Castellani, de 63 anos, levada ao Centro Hospitalar de Santo André devido a um problema de arritmia cardíaca e com queimadura superficial no globo ocular direito, teve alta na manhã desta sexta-feira, 26. Ela presta depoimento sobre o caso ainda nesta sexta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.