No NE, até os fóruns são considerados locais inseguros

A insegurança dos magistrados não se limita ao caminho até em casa - a juíza Patrícia Acioli foi executada na frente de sua residência. "Nenhum Fórum ou juiz do Piauí tem proteção. Se alguém quiser invadir e bater na cara do juiz, não será preso", lamentou o presidente da Associação dos Magistrados Piauienses, juiz José Airton Medeiros.

Cida Alves e William Cardoso, O Estado de S.Paulo

14 de agosto de 2011 | 00h00

O principal temor dos juízes baianos também é relacionado ao local de trabalho. "Dentro dos Fóruns estamos desassistidos, entregues à sorte", afirmou a presidente da Associação dos Magistrados da Bahia, Nartir Weber.

"Se o Estado não tem condição de assegurar a vida de quem tem por ofício garantir os direitos, defender a democracia e punir criminosos, o Estado está em perigo", alertou o presidente da Associação dos Magistrados de Sergipe, Paulo César Macedo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.