No litoral, MCs foram alvo

Em abril, a morte do MC Primo, que chegou a ser candidato a vereador em 2008 em São Vicente, chamou a atenção para uma série de crimes de MCs e DJs na Baixada Santista. Só no ano passado, foram três mortes, nenhuma esclarecida. Em maio, a polícia apresentou três PMs suspeitos de participar das execuções, a mando do tráfico.

O Estado de S.Paulo

21 de agosto de 2012 | 03h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.