No feriado, 30% do tráfego deve aumentar nas estradas de SP

Fluxo de veículos deve ser maior no final da tarde e início da noite de quarta, e durante manhã de quinta

Elvis Pereira, esatdao.com.br

20 de maio de 2008 | 16h56

A Secretaria dos Transportes de São Paulo iniciará nesta quarta-feira, 21, a Operação Corpus Christi, a fim de acompanhar o movimento nas rodovias paulistas durante o feriado prolongado. No período, o tráfego nas estradas aumenta em média 30%. A ação será concentrada principalmente nas vias que dão acesso ao litoral norte e ao município de Campos de Jordão. O objetivo é aumentar a segurança nas vias e informar as pessoas sobre a situação do tráfego, melhorando a fluidez.   VEJA TAMBÉM Feriado deve levar 250 mil carros ao litoral sul de SP Cerca de 120 mil devem sair de SP por rodoviárias no feriado   A pasta divulgou as seguintes estimativas de circulação para este feriado: Ayrton Senna/Carvalho Pinto (SP-70), 220 mil veículos; D. Pedro I (SP-65), 90 mil; Tamoios (SP-99), 38 mil; Mogi-Bertioga (SP-98), 23,9 mil; Oswaldo Cruz (SP-125), 12,6 mil; Rodovia Litorânea (SP-55), 131 mil; Floriano Rodrigues Pinheiro (SP-123), 44,5 mil; Raposo Tavares (SP-270), 336,7 mil veículos.   Na saída para o feriado, o fluxo deverá ser mais intenso nessas estradas entre 17 e 23 horas de quarta, 21, e das 8 às 15 horas de quinta, 22. No retorno, o movimento maior é previsto para o período das 15 às 22 horas de domingo, 25. A operação organizada pelo Estado contará com 1.832 funcionários da Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa) e do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), além de 4 mil policiais militares rodoviários.   Balsas   A Dersa calcula que mais de 205 mil veículos utilizem as travessias litorâneas neste feriado. O maior volume de veículos, 175 mil, é previsto para a ligação de Santos a Guarujá. Na travessia entre São Sebastião-Ilhabela, o movimento estimado é de 20,5 mil veículos.   Na de Guarujá para Bertioga, as balsas deverão carregar cerca de 4,5 mil veículos e a de Iguape-Juréia, 1,6 mil. Nas balsas de Cananéia-Ilha Comprida e Cananéia-Continente, deverão passar mais 4,1 mil veículos. Nessas travessias, estima-se que a circulação mais intensa ocorra das 19 às 23 horas de quarta, 21, e entre 9 e 13 de horas de quinta, 22. No retorno, a partir das 14 horas de domingo, 25.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.