No dia mais quente do ano em SP, 34,5ºC

O recorde anterior era de 34,3°C, em 1º de março

MÔNICA REOLOM, ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S.Paulo

04 Outubro 2012 | 03h03

A cidade de São Paulo atingiu ontem a maior temperatura do ano, 34,5°C. O registro foi feito pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) na Estação do Mirante de Santana, zona norte, às 15 horas. "O calor foi realmente intenso", afirma o meteorologista da Climatempo Marcelo Pinheiro.

O recorde anterior de calor em 2012 era de 34,3ºC, registrado em 1.º de março, e a última marca perto disso é de 18 de setembro, quando a temperatura chegou a 34,1°C. A capital permaneceu ainda em estado de atenção das 14h às 17h de ontem por causa da baixa umidade relativa do ar, que ficou em 25%, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE).

O clima subtropical, característico da cidade, apresenta tempo seco de meados do outono até meados da primavera, quando as temperaturas são baixas de madrugada e amenas durante o dia. A falta de chuvas favorece o calor intenso em algumas situações, o que aconteceu ontem.

"Na primavera, temos muitas horas seguidas de sol forte e pouca nebulosidade, diferentemente do verão, que é chuvoso", afirma Pinheiro. "Quando há formação de nuvens, elas seguram o calor." A alta temperatura registrada ontem foi responsável por pancadas de chuva no extremo leste da cidade. Às 11h, os termômetros já marcavam 30°C.

Os 34,5°C não devem ser superados neste fim de semana, que promete clima seco, com umidade abaixo de 20% - o recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é a partir de 30%. Para hoje, a previsão é de tempo nublado, com pancadas de chuva e temperatura entre 19°C e 31°C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.