No coração do centro de São Paulo, surge uma balada roqueira. Das boas

Nos moldes dos bares da zona sul, Alberta #3 vai do happy hour às noitadas, do rock ao electro

Eduardo Roberto e Gabriel Pinheiro, do estadão.com.br

13 de maio de 2010 | 16h59

 

SÃO PAULO - Meio escondido no térreo de uma galeria no coração do centro, surge uma nova casa noturna. Mas, diferente de quase todos os bares da Avenida São Luiz, o Alberta #3, situado no número 272, não deixa nada a dever aos badalados points da zona sul. "Escolhemos a São Luiz porque é uma avenida charmosa", diz Cláudio Medusa, que também é dono do Astronete, casa localizada na Consolação.

 

A decoração é retrô, inspirada nos luxuosos hotéis dos dias de ouro do centro, mas a música não se prende ao passado. "Não queremos dar aquela cara vintage à balada, como é no Astronete. A programação é mais voltada à música contemporânea, como eletro rock", afirma Medusa. O foco é o público mais novo.

 

Nas paredes da casa de três andares, porém, predominam fotos antológicas de Mick Jagger e outros roqueiros das décadas de 1960 e 1970. Desde o nome, a casa tem inspiração no rock. "É uma referência ao Bob Dylan. Ele tem músicas chamadas Alberta #1 e #2. Resolvemos dar uma continuidade", diz o proprietário.

 

O rock clássico terá espaço na pequena pista - localizada no subsolo - nas noites de quarta-feira. Às quintas, será a vez do soul e hip hop, enquanto as sextas serão embaladas pelo electro rock. No sábado, indie rock.

 

De segunda à sexta, o Alberta #3 também terá happy hour, das 17h às 22h. "Tem muita gente trabalhando nessa região e nenhum happy hour. Trazemos essa opção mais roqueira", explica Medusa. Todos os drinks exclusivos da casa tem nome de mulher. O destaque fica para o Alberta, uma interessante mistura de tequila e manga, com sal e pimenta na borda. Vale os R$ 18.

 

Reocupação. Lentamente, o público frequentador da vida noturna paulistana tem se voltado para o centro. Além do Alberta #3, em março foi aberto o Lions Nightclub, dos sócios Augusto de Arruda Botelho, Cacá Ribeiro, Facundo Guerra e José Tibiriçá Martins. O clube fica no começo da Avenida Brigadeiro Luís Antônio, não muito distante da Hot Hot, balada localizada na Rua Santo Antônio, Bela Vista.

 

Veja a programação completa de cada noite e os preços no site oficial.

Tudo o que sabemos sobre:
centro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.