No carnaval, rodovias federais em SP têm 6 mortes - 3 são atropelamentos

Número, como no registrado no País, subiu em comparação à folia do ano passado; 23 motoristas bêbados foram detidos

Solange Spigliatti, Central de Notícias

10 Março 2011 | 12h30

SÃO PAULO - Seis pessoas morreram em 262 acidentes nas rodovias federais de São Paulo, que deixaram 102 feridos, neste feriado prolongado de carnaval, segundo balanço da Polícia Rodoviária Federal no Estado. Houve aumento em todos os números, durante os seis dias de Operação Carnaval, entre sexta e quarta-feira. No ano passado, cinco morreram em 174 acidentes. Outras 70 ficaram feridas.

 

Veja também:

linkEstradas têm 48% mais mortes no carnaval, mais violento da história

linkEstradas de São Paulo têm 23 mortes em acidentes

 

Segundo a PRF, as rodovias molhadas devido às ocorrências de chuvas quase todos os dias do carnaval e motoristas imprudentes resultaram em aumento nas estatísticas. Do total de mortos durante o feriado prolongado, três foram vítimas de atropelamentos nas rodovias Régis Bitencourt, Presidente Dutra e Fernão Dias.

 

Prisão. Nos seis dias de feriado, a Polícia Rodoviária Federal realizou 3.292 testes com o etilômetro e prendeu em flagrante 23 motoristas por dirigirem bêbados nas rodovias. A PRF, em São Paulo, fiscalizou 5.932 veículos durante o carnaval e aplicou 3.627 multas a motoristas que desrespeitaram as legislações de trânsito.

Mais conteúdo sobre:
acidentes estradas PRF carnaval SP mortes rodovias

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.