No ABC, área de antiga cerâmica vira bairro para 23 mil pessoas

Um terreno de 300 mil m² onde funcionava uma indústria cerâmica nas primeiras décadas do século 20 está dando lugar a um bairro planejado em São Caetano do Sul, no ABC. Chamado de Espaço Cerâmica, o condomínio deverá ter casas, sobrados, torres comerciais, prédios residenciais e um hospital. Um shopping já foi aberto em novembro.

O Estado de S.Paulo

08 Abril 2012 | 03h06

Daqui a dez anos, quando o complexo estiver pronto, cerca de 23 mil pessoas devem circular pelo empreendimento - 7 mil serão moradoras, segundo a construtora Sobloco. Para viabilizar a obra, foi preciso aumentar a Avenida Guido Aliberti, construir galerias, ampliar a calha do Ribeirão dos Meninos e remanejar quatro linhas de alta tensão.

Antes de os prédios começarem a ser construídos, a Sobloco diz ter feito "aterros, sistemas de drenagem de águas pluviais, esgoto e água potável, redes subterrâneas de energia elétrica, telecomunicações e gás". O projeto do bairro prevê interligação com o resto da cidade. Mas moradores temem aumento de carros e vizinhos acostumados à calma do antigo bairro Cerâmica reclamam. "Claro que é bom ter shopping perto de casa, mas aqui era bem mais tranquilo", diz José Luiz Galesi, de 71 anos. / T.D.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.