Nível do Cantareira cai após tempestades

Mês de novembro já registra 93,1% de toda a chuva de setembro; Alto Tietê também teve queda

Rafael Italiani, O Estado de S. Paulo

08 de novembro de 2014 | 11h19

 SÃO PAULO - Mesmo com as tempestades que atingiram a Região Metropolitana de São Paulo entre a tarde de sexta-feira, 7, e a madrugada deste sábado, 8, o nível do Sistema Cantareira voltou a registrar queda, segundo a Companhia de Saneamento Básico de São Paulo (Sabesp): o nível do manancial caiu de 11,6% para 11,5%.  

As chuvas sobre o reservatório ainda não chegaram perto da média história do mês de 161,2 milímetros de água. Mas novembro já registra 93,1% de tudo que choveu no mês de setembro. O valor também é superior aos 42,5 milímetros de chuva do mês de outubro, o mais seco na história do reservatório.

Também houve queda no nível do Sistema Alto Tietê. De acordo com a Sabesp, a queda foi 8,5% para 8,4%. A chuva no início do mês fez o manancial ficar estável em 8,9% entre os dias 1º e 2. O mesmo aconteceu com o Cantareira pela primeira vez após 38 dias consecutivos de queda no reservatório. Entre os dias 3 e 4 o reservatório se manteve em 11,9%. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.