Neve atinge 131 cidades e SP tem dia mais frio do ano

Temperatura chegou a 7,5°C, a menor desde agosto de 2011; previsão para hoje é de 5°C; massa polar atingiu até o Acre

Elder Ogliari, Julio Castro, Julio Cesar Lima e Tiago Dantas, O Estado de S.Paulo

24 de julho de 2013 | 02h04

O frio deve bater mais um recorde na capital paulista hoje. Ontem a temperatura chegou a 7,5 graus - a menor desde 5 de agosto de 2011, quando foram registrados 6,4 graus - e a cidade teve a tarde mais fria desde 2004. A previsão é que os termômetros atinjam 5 graus hoje. O tempo deve continuar nublado e úmido pelo menos até sexta-feira. A temperatura só deve voltar a subir no sábado.

A umidade alta afasta a possibilidade de geada na cidade de São Paulo. O fenômeno deve aparecer, porém, nas regiões sul e oeste do Estado. Em Itatiaia, no Rio de Janeiro, é possível que caia neve no início da manhã, a exemplo do que aconteceu ontem em ao menos 131 cidades do Sul do País. A onda de frio é provocada por uma grande massa de ar polar e foi sentida até no Acre.

Curitiba também registrou recorde de temperatura. Os termômetros marcaram 1,9 grau ontem e nevou na cidade, 48 anos após a última ocorrência do fenômeno. Outros 30 municípios do Paraná tiveram neve ontem. A cidade de Guarapuava registrou queda de neve desde a noite de anteontem. Os telhados do ginásio de esportes e de uma quadra de futebol desabaram, mas ninguém ficou ferido.

Os moradores de Florianópolis enfrentaram temperaturas de 4,6 graus e puderam observar a neve sobre o maciço do Cambirela, em Palhoça, na Região Metropolitana. Até o fim da tarde, 92 cidades de Santa Catarina foram "pintadas" total ou parcialmente de branco por nevascas de média e fraca intensidades. Em algumas cidades, o clima provocou prejuízos. Seis cidades do planalto norte tiveram o abastecimento de energia interrompido por causa do acúmulo de gelo sobre os fios, além da queda de árvores sobre a rede por conta do peso da neve.

A maior onda de frio do ano provocou a queda de neve pelo segundo dia consecutivo no Rio Grande do Sul - ao menos oito municípios foram atingidos. A previsão do 8º Distrito de Meteorologia indica que, por causa do tempo claro, a neve dará lugar às geadas nos próximos dias. Em algumas cidades, a temperatura mínima pode chegar a seis graus abaixo de zero hoje em algumas cidades. Em Porto Alegre, a temperatura mínima chegou a 4,4 graus.

A chegada da neve a tantos locais levou internautas a criar uma página no Facebook para compartilhar fotos dos seus bonecos de neve. Até 19h, eram mais de 50 fotos publicadas e cerca de 14,2 mil opções 'curtir'.

Social. Durante a tarde, agentes de assistência social circularam pelas ruas de São Paulo para tentar convencer moradores de rua a passarem a noite em abrigos. A Prefeitura informou que criou 3 mil vagas emergenciais nos centros de acolhida. Normalmente, as 63 unidades têm 9 mil vagas. Entre segunda e terça-feira, quando parte das vagas já havia sido criada, 9,5 mil pessoas procuraram os centros, segundo a Prefeitura.

Embora a medição oficial da cidade seja feita no Mirante de Santana, na zona norte, alguns bairros registraram temperaturas mais baixas ontem. Em Parelheiros, zona sul, os termômetros marcaram 5,4 graus às 17h.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.