Nenhuma conquista é definitiva e violações exigem atenção

A lei foi um grande sucesso na etapa de retirar a publicidade da cidade. O próximo passo para a legislação é mais sofisticado. Esse processo passa por repensar o mobiliário urbano e pensar na qualidade urbana de ruas que a sociedade está produzindo. Isso também inclui a questão dos postes e da retirada da fiação aérea.

ANÁLISE: Renato Cymbalista, É PROFESSOR DA FACULDADE DE ARQUITETURA, URBANISMO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO (FAU-USP, ANÁLISE: Renato Cymbalista, É PROFESSOR DA FACULDADE DE ARQUITETURA, URBANISMO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO (FAU-USP, O Estado de S.Paulo

15 de setembro de 2013 | 02h11

Outra parte seria a criação de uma comissão que se preocupe com a paisagem. Isso não temos hoje. Em cidades holandesas, existem comissões responsáveis por avaliar se edifícios propostos pelos entes privados produzem um bom espaço urbano. Não se trata de verificar se determinada construção combina ou não com a cidade, mas se o impacto é positivo ou negativo.

Apesar de bem-sucedida na retirada dos anúncios, nenhuma conquista é definitiva. Da mesma maneira que tem de haver esforço permanente para a coleta de lixo, também é necessário que haja esforço permanente para neutralizar as violações da lei.

)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.