Nenê Constantino se livra de ir para presídio

O Tribunal de Justiça (TJ) do Distrito Federal concedeu ontem habeas corpus ao empresário Nenê Constantino, fundador da Gol Linhas Aéreas. A decisão vale para o mandado de prisão expedido anteontem, que determinava recolhimento a presídio. Constantino ainda cumpre prisão domiciliar por conta de outra ação judicial.

, O Estado de S.Paulo

04 de março de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.