Nem renúncia do papa escapa aos foliões do Rio

A renúncia do papa Bento XVI inspirou foliões cariocas no último dia de carnaval. Homens e mulheres fantasiados de papa participaram dos desfiles de blocos que percorreram as ruas das zonas sul e norte do Rio.

SERGIO TORRES / RIO, O Estado de S.Paulo

13 de fevereiro de 2013 | 02h04

A fantasia do papa apareceu logo no dia da renúncia, anteontem, no bloco infantil Largo do machadinho, mas não largo do suquinho, que desfilou no Largo do Machado, na zona sul carioca.

Para aproveitar a oportunidade e fazer graça com um episódio que surpreendeu o mundo inteiro, muitos foliões improvisaram às pressas os componentes de uma fantasia de papel.

Jalecos médicos, vestidos e até camisolas transformaram-se em batinas de tom claro. Crucifixos, terços e Bíblias ajudaram a compor a vestimenta do folião.

O papa carnavalesco apareceu ontem em praticamente todos os bailes que fecharam o carnaval carioca. Logo cedo, foi destaque no Carmelitas, que lotou as ladeiras de Santa Tereza, na zona sul. O bloco se inspira nas Carmelitas Descalças, freiras que mantêm no bairro um convento, onde vivem enclausuradas.

No fim da manhã, na apresentação da Orquestra Voadora, no Flamengo, zona sul, mais papas - homens e mulheres - apareceram. Um deles com uma tabuleta que brincava: "Papa, pede pra sair".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.