Neblina impede pousos em Congonhas por mais de uma hora

Até às 21 horas, Congonhas acumulava sete atrasos e 41 cancelamentos, em 250 vôos programados

Elvis Pereira, do estadao.com.br,

22 de agosto de 2007 | 21h09

Uma forte neblina levou à suspensão de pousos no Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital paulista, das 19 horas às 20h20 desta quarta-feira, 22. Desde a retomada das aterrissagens, o terminal opera por meio de instrumentos. Segundo a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), o mau tempo não afetou a realização de decolagens. Até as 21 horas, Congonhas acumulava sete atrasos e 41 cancelamentos, em 250 vôos programados.  Em Guarulhos, o Aeroporto Internacional de São Paulo funcionou normalmente nesta quarta, terceiro dia de fechamento da pista principal para reformas. De 191 vôos, dez atrasaram e oito foram suspensos. No Aeroporto Presidente Juscelino Kubitschek, em Brasília, foram contabilizados 12 vôos fora do horário previsto em 137 operações. Houve ainda 15 cancelamentos.  Os números verificados nos aeroportos Antonio Carlos Jobim - Galeão e Santos Dumont, no Rio de Janeiro, sugeriam uma situação tranqüila. O primeiro teve cinco atrasos e 19 cancelamentos, em 169 vôos. No segundo, em 77 vôos, três sofreram atrasos e cinco foram cancelados. Em todo o País, incluindo os já dados citados, entre zero e 21 horas, de 1.706 vôos, 95 atrasaram - 5,6% do total - e 123 foram suspensos (7,2%).

Tudo o que sabemos sobre:
Congonhas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.