Navegar é preciso, mas...

A diarreia em alto-mar, marca registrada do verão que terminou no fim de semana

Tutty Vasques, O Estadao de S.Paulo

23 Março 2010 | 00h00

passado, longe de ser modismo de estação, pode se consagrar no outono que engatinha.

Imagina que, em relação a 2009, subiu de 1 para 6 o número de navios que vão levar a nova classe média brasileira para comer ovos de Páscoa nos minicruzeiros

agendados para o feriadão da Semana Santa.

Búzios e Ilhabela devem receber alerta de Tsunami, enquanto o Ministério da Saúde prepara advertência aos cerca de 15 mil passageiros, a maioria de primeira viagem, sobre o risco de entrar de gaiato no navio:

"Comam chocolate com moderação!" Quem pegou carona a bordo no tempo em que só os ricos tinham acesso ao convés pode muito bem imaginar o inferno que deve ser toda aquela

chatice agravada por um surto de infecção gastrointestinal.

Não há, em tais circunstâncias, glamour transatlântico que resista, mas, com a viagem financiada em dez meses, a turma que ascendeu da classe C topa até dor de barriga. Seja como for, não custa nada maneirar um pouco no Kinder ovo, né não?!

Paulo Maluf mandou ontem e-mail de agradecimento ao Vaticano. Um dia depois de sua expulsão do PP, o papa Bento XVI instruiu os católicos a não julgarem os pecadores.

Ô, raça!

Os argentinos renderam-se, enfim, às evidências de que Maradona não é o número 1 de todos os tempos no futebol. Comenta-se, agora, nos botecos de Buenos Aires que Lionel Messi é melhor que Pelé.

Nada a ver

O encontro de Marina Silva no final do mês com o cineasta James Cameron no Fórum Internacional de Sustentabilidade, em Manaus, não quer dizer, necessariamente, que a pré-candidata do PV à Presidência tenha planos de transformar o Brasil numa espécie de Avatar.

Tromba

Adriano deu agora pra jogar emburrado. Entra e sai de campo com cara de mau. Resultado: nenhum jornalista teve coragem de lhe perguntar no domingo se, onde ele comprou aquela chuteira lilás com detalhes em rosa, tinha pra homem.

Turnê mundial

A beleza plástica do vulcão em atividade nas geleiras da Islândia tirou da escuridão a catástrofe climática que se anuncia. O fim do mundo pode, sim, ser um espetáculo inesquecível!

Quem lê tanta notícia?

Da série "Quem lê tanta notícia?", você sabia que Amy Winehouse está praticando capoeira três vezes por semana? Isso quer dizer o seguinte: nada, rigorosamente nada! Relaxa, vai!

Bem provável

Não será surpresa para esta coluna se Maluf acabar a vida no exílio em Cuba. Explica-se: nada mais surpreende o colunista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.