Nas rodovias estaduais, feriado registra 401 acidentes

Número corresponde a 34% dos acidentes ocorridos durante a Operação Natal de 2007

Mônica Cardoso, O Estado de S. Paulo

26 Dezembro 2008 | 20h15

Até as 20h desta sexta, 26, a Polícia Rodoviária Estadual contabilizava 401 acidentes nas rodovias estaduais paulistas. Esse número corresponde a 34% dos acidentes ocorridos durante a Operação Natal de 2007. O número de vítimas fatais é de 18 frente às 44 registradas no mesmo período do ano passado.   Quanto às estradas federais, os números consolidados serão divulgados apenas na segunda-feira. Por enquanto, a Rodovia Fernão Dias registra quatro vítimas fatais. Foi nela que três jovens morreram por volta das 22h45 de quinta-feira após um capotamento, na altura do quilômetro 29 da pista no sentido Minas Gerais, próximo ao bairro do Tanque, em Atibaia, interior paulista. As vítimas - Robson Luiz dos Santos, de 23 anos, Jhone Silva Pinheiro, de 20 anos, e Eduardo Victor Hilário Schubert, de 17 anos, iam para uma festa na cidade de Bragança Paulista.   Também na noite de quinta-feira, 15 pessoas ficaram feridas, sendo seis em estado grave, em dois acidentes em trechos diferentes da SP-332. Uma colisão ocorreu por volta das 21 horas na Rodovia General Milton Tavares de Souza, próximo à cidade de Artur Nogueira, região de Campinas. O outro acidente ocorreu na Rodovia Presidente Tancredo Neves, na divisa entre Franco da Rocha e Francisco Morato, na Grande São Paulo.   Seis motoristas embriagados foram pegos em flagrante nas rodovias federais que cortam o Estado de São Paulo. Só na Via Dutra, foram três ocorrências de embriaguez.   O Estado de Minas Gerais, que concentra um sexto das rodovias federais do País, lidera o número de vítimas fatais nesse feriado de Natal. Só nas estradas federais, 35 pessoas morreram até agora, ante 26 no ano passado. Um bebê de três meses morreu em uma acidente com dois veículos na BR 381, perto de Caetés, a 50 quilômetros de Belo Horizonte. A colisão também deixou seis pessoas do mesmo veículo em estado grave. A criança foi resgatada ainda com vida, mas não resistiu aos graves ferimentos. Os policiais rodoviários acreditam que a criança estaria sentada no colo de um dos ocupantes.

Mais conteúdo sobre:
acidentesferiadoestradas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.