''Não tinha para onde correr. Deus nos salvou''

O trabalho no posto Shell, na esquina da Avenida Pompeia com a Rua Venâncio Aires foi interrompido ontem por volta das 11 horas quando frentistas ouviram sirenes da polícia, carros buzinando e um Fiat Punto prata em alta velocidade. "Não tinha para onde correr. Eram muitas viaturas. Ainda bem que Deus nos salvou", diz uma frentista de 36 anos que preferiu o anonimato e se escondeu no banheiro feminino para tentar proteger-se.

, O Estado de S.Paulo

18 de novembro de 2010 | 00h00

Ainda nervosa, a funcionária contou que os criminosos tentavam subir a Avenida Pompeia em direção à Vila Madalena em alta velocidade. A aposentada Zélia Rocha, de 64 anos, saía do Shopping Bourbon quando se deparou com os carros da polícia. "Estava uma confusão. Tinha CET também. Eles pediam para os motoristas abrirem caminho para a polícia, mandaram a gente se afastar e depois fecharam a rua para ninguém mais passar", recorda ela, que mora na Venâncio Aires. "Nunca pensei que passaria por isso um dia.

O trânsito na avenida ficou congestionado nos dois sentidos. Duas das três faixas da via tiveram de ser interditadas. Minutos mais tarde, uma delas foi liberada para o trânsito. O ajudante de serviços gerais Aparecido Ribeiro, de 18 anos, ouviu o barulho da confusão de dentro da loja onde trabalha na Rua Venâncio Aires e correu para a Avenida Pompeia para ver o que tinha acontecido.

Ele contou que, ao chegar ao cruzamento, viu um dos criminosos deitado no chão com o rosto machucado. "Ele sangrava. Em seguida, um policial chegou, algemou o cara, colocou na viatura e o levou embora."

OUTROS CASOS

12/11/2010

15 homens tentaram roubar uma casa na Rua Groenlândia, no Jardim Europa, e a fuga parou a região da Avenida 9 de Julho. Perseguição e tiroteio se estenderam por 1,5 quilômetro e um ônibus lotado foi feito refém. Três acabaram presos.

08/10/2010

Um foragido da Justiça em um carro roubado foi seguido por mais de dois quilômetros até ficar preso no trânsito e tentar escapar de ré, atropelando três PMs. Na perseguição, nove automóveis, quatro motos e uma viatura da PM foram danificadas entre Santa Cecília e Barra Funda. A ação foi transmitida ao vivo pela TV Bandeirantes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.