Não tem santo em SP

Boletim médico

TUTTY HUMOR, O Estado de S.Paulo

13 de novembro de 2012 | 02h02

Oscar Niemeyer não deixou ninguém dormir na madrugada de domingo no Hospital Samaritano! Gritou a noite inteira: "Neeense, neeense!" Nunca foi tão Fluminense na vida!

Tiro de misericórdia

Amigos de Bob Dylan estão tentando esconder do cantor e compositor de Blowing in the Wind a versão que circula no YouTube de Eduardo Suplicy e Tiririca cantando o sucesso em dueto em uma festa no Congresso. O artista está meio gagá, mas não a ponto de

não se deprimir com esse tipo de coisa!

Dos males, o menor!

Torcedores do Palmeiras foram os que menos reclamaram da lentidão insuportável do trânsito provocada pelas chuvas ontem em SP. Quem dera todo sofrimento fosse assim!

Queda livre

Em matéria de segurança pública, o governador Geraldo Alckmin tem razão: "As mortes já estão em processo de queda!" Só no último fim de semana, mais de 25 tombaram na Região Metropolitana de SP!

Oportunidade de negócio

Já tem camelô brasileiro desembarcando em Buenos Aires para atender à demanda por panelas nas imediações da Casa Rosada!

Nota máxima

José Dirceu é 10 em tudo: 10 anos e 10 meses de cadeia, cá pra nós, não é pra qualquer um! O Genoino tirou menos de 7!

Amargura

De José Serra, sobre o objeto não identificado atirado em Lady Gaga durante o show no Morumbi: "Se fosse comigo, diriam que foi uma bolinha de papel!"

Não à toa, o carioca acende todas as noites uma vela para São José Mariano Beltrame. Perto do que a gente vê por aí, francamente, o secretário de Segurança Pública do Rio é um santo homem.

Ainda que não seja esse milagreiro todo que dizem, imagina viver num lugar sabendo que quem zela por sua tranquilidade é um sujeito, para início de conversa, equilibrado e técnico em sua especialidade! "Isso é melhor que praia", dizem em Ipanema.

Exageros à parte, se tivesse que escolher hoje entre o secretário de Segurança, o governador do Estado e o prefeito da cidade, o carioca - ô raça! - não teria dúvidas em votar em quem, dos três, jamais disputou eleições na vida.

Tem gente no Rio que, para não perder seu xerife, abriria mão dos royalties do petróleo, do réveillon de Copacabana em 2013, da final da Copa do Mundo em 2014 e até dos Jogos Olímpicos de 2016.

Beltrame é um fenômeno de popularidade em um País em que chefes de polícia, em geral, só protagonizam más notícias!

Sua última medida para acabar com a guerra nas ruas foi chamar de volta aos quartéis mais de 200 fuzis da PM considerados desnecessários em áreas já pacificadas da cidade. Não parece milagre?!

Modéstia à parte

Milton Nascimento disse no quadro 'O Que Vi da Vida', do Fantástico, que não sabe se é um xamã. Leva o maior jeitão, né não?

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.