Não se sabe causa do blecaute, diz deputado após ver Lobão

Chefe da Comissão de Minas e Energia, Bernardo Ariston afirma estranhar fato de não haver explicação até agora

Gerusa Marques, da Agência Estado,

11 Novembro 2009 | 17h02

O presidente da Comissão de Minas e Energia da Câmara, deputado Bernardo Ariston (PMDB-RJ), saiu na tarde desta quarta-feira, 11, de um encontro com o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e informou à Agência Estado que o governo ainda não sabe as causas do apagão que afetou na terça à noite 18 Estados do País. Ariston disse que ele próprio estranha o fato de não haver até agora uma explicação oficial para o ocorrido, mas prefere acreditar que tenha havido um problema técnico.

 

Veja também:

linkNão faltou geração de energia nem linha, diz Lula sobre apagão

forum Metrópole quer saber: o que você fazia na hora do apagão?

lista Conheça o histórico dos grandes apagões brasileiros

mais imagens Imagens do blecaute que atingiu o Brasil

som Procon explica como proceder em caso de prejuízos

especialLeia a cobertura completa sobre o blecaute

 

O parlamentar relatou que o ministro lhe contou que ficou até de madrugada trabalhando no monitoramento do sistema de energia elétrica do País e que, assim que foi constatado que o sistema estava "íntegro", as transmissões foram religadas.

 

Ariston contou que pediu ao ministro que autorizasse deputados da Comissão de Minas e Energia a participarem da reunião do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), marcada para as 17 horas de hoje, mas Lobão respondeu que não será possível, por se tratar de "assunto de segurança nacional". Ariston disse que Lobão se comprometeu a falar com os deputados depois da reunião.

 

O deputado disse que não é possível comparar o blecaute de ontem à noite com o apagão registrado na época do racionamento de energia, em 2001, quando a forte estiagem causou escassez de água nos reservatórios das usinas hidrelétricas. Hoje, observou Ariston, os reservatórios estão em condições normais. Ele disse acreditar que a causa do blecaute de ontem não seja, também, falta de investimentos no sistema de transmissão.

 

REUNIÃO

 

Começou por volta das 17h, no centro de Operações do Operador Nacional do Sistema elétrico (ONS), a reunião Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CSME) para discutir as causas do apagão.

 

Participam da reunião Lobão, que preside o CMSE, o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Nelson Hubner, o presidente da Itaipu Binacional, Jorge Samek, o diretor-presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Mauricio Tolmasquim, além de técnicos do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

 

 

(Com Vannildo Mendes, da Agência Estado)

 

Mais conteúdo sobre:
apagao2009

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.