Divulgação
Divulgação

'Não conseguia admitir que estava apaixonada por outra mulher', diz Suzane von Richthofen

Na segunda parte da entrevista ao programa do apresentador Gugu, ela contou como é o relacionamento com Sandra Regina Gomes

O Estado de S. Paulo

27 Fevereiro 2015 | 00h32

A segunda parte da entrevista dada por Suzane von Richthofen ao programa do apresentador Gugu Liberato, na noite desta quinta-feira, 26, focou no relacionamento dela com Sandra Regina Ruiz Gomes. Sandrão, como é conhecida, foi condenada a 27 anos por sequestro e assassinato de uma criança em 2003. As duas se casaram no ano passado, dentro da prisão.

Suzane e Sandrão foram entrevistadas ao mesmo tempo e contaram como se conheceram. "Começamos como boas amigas. Trabalhávamos o dia todo juntas. Comecei a me apegar a ela como amiga e esse sentimento começou a ficar um pouco confuso", disse Suzane. "Eu não conseguia admitir para mim mesma que eu estava apaixonada por outra mulher. Não foi fácil". O único outro relacionamento de Suzane havia sido com Daniel Cravinhos, que assassinou, com ajuda dela e do irmão, Manfred e Marísia von Richthofen.

Suzane negou que tenha desistido do regime semiaberto por causa de Sandrão e ainda fez uma declaração: "Ela me completa. De todas as formas. Ela traz alegria pros meus dias". Sandrão também negou que tenha namorado Elize Matsunaga anteriormente, que matou e esquartejou o marido, o empresário Marcos Kitano Matsunaga, em junho de 2012.

Sandrão obteve nesta semana autorização para o regime semiaberto, mas ainda não decidiu se irá aceitar o benefício.

No programa anterior, Suzane havia dito que os irmãos Christian e Daniel Cravinhos não foram os únicos culpados pelo assassinado dos pais dela, em outubro de 2002, e confessou sua participação no crime.

Mais conteúdo sobre:
Suzane von Richthofen

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.