Na Zona Oeste de São Paulo, 80 mil devem ficar sem água

Fornecimento de água deve ser cortado desde a manhã desta sexta-feira e só deverá voltar no sábado à noite

Ricardo Valota, da Central de Notícias,

31 de julho de 2009 | 04h08

Durante pelo menos 36 horas, cerca de 80 mil moradores da zona oeste de São Paulo terão o fornecimento de água interrompido.

 

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) prevê que o abastecimento seja cortado entre as 8 horas desta sexta-feira, 31, até as 20 horas de sábado, 1.

 

O motivo é a interligação de uma rede do novo reservatório Perdizes com a rede do reservatório já existente.

 

Moradores de Perdizes, Água Branca, Santa Cecília, Vila Pompeia, Higienópolis, Pacaembu, Parque Industrial Tomás, Vila Barra Funda e Parque dos Ferroviários vão ser afetados.

 

A Sabesp pede à população que utilize racionalmente a água do reservatório residencial para que as torneiras não sequem antes do restabelecimento do sistema.

 

Os casos de emergência serão atendidos pela Central 195, que funciona 24 horas. A ligação é gratuita.

Mais conteúdo sobre:
zona oesteáguaSabespSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.