Na zona leste, obra exigirá 56 mil m² de desapropriações

O Estado ainda vai desapropriar uma área equivalente a cinco quarteirões, ou 56 mil metros quadrados, na zona leste da capital, para fazer o prolongamento das obras da Linha 2-Verde do Metrô, que ligará a Vila Prudente à Cidade Tiradentes. O percurso todo somará mais 24,5 km de Metrô e 17 estações ao sistema de trens já existente. Os proprietários que terão imóveis desapropriados começarão a ser notificadas nas próximas semanas. A obra deverá começar no primeiro semestre de 2013.

O Estado de S.Paulo

09 Março 2012 | 03h01

No total, 84 imóveis serão derrubados para a construção das pilastras no canteiro central das Avenidas Professor Luís Inácio de Anhaia Mello e Sapopemba, onde passará o monotrilho, além das sete estações ao longo do trajeto do metrô entre a Vila Prudente e São Mateus. O decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado anteontem.

O primeiro trecho da obra, até São Mateus, está previsto para ser concluído até 2014 e vai contemplar 340 mil passageiros/dia, segundo Mauro Biazotti, diretor de Planejamento e Expansão do Metrô. /LUÍSA ALCALDE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.