Na volta às aulas, mímica e promessa de multas

Além de traçar planos especiais para as 127 escolas públicas e particulares responsáveis por congestionamentos, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) vai usar mímicos e orientadores de trânsito para ensinar as crianças a usar a faixa de pedestres a partir de amanhã, quando voltam as aulas na rede municipal e em colégios particulares. Na rede estadual, as aulas começam na quarta-feira, dia 1.º.

O Estado de S.Paulo

30 de janeiro de 2012 | 03h03

A ação faz parte da Campanha de Proteção ao Pedestre, iniciada em maio do ano passado e que foi responsável pela queda de 10% no número de mortos por atropelamentos na capital.

Os mímicos vão trabalhar em oito escolas municipais. Eles ficarão nos cruzamentos ensinando as crianças a esperar a abertura do semáforo para atravessar.

Já os orientadores, dotados de "mãozinhas" gigantes, vão ensinar os jovens a garantir a preferência ao atravessar a rua, fazendo o gesto com a mão que caracterizou a campanha no ano passado, em 11 escolas da cidade.

A CET promete ainda dar aulas a alunos dos Centros Educacionais Unificados (CEUs) sobre trânsito e o uso das faixas.

Multas. Já os pais que levam os filhos de carro devem ficar atentos às multas. A CET terá 271 marronzinhos nas escolas para orientar o trânsito. Mas, segundo a companhia diz em nota, "mesmo com as ações educativas e de orientação, os veículos que cometerem infrações de trânsito poderão ser autuados". / B.R.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.