Na TV, Sabesp diz que paulista 'nasceu para vencer, faça chuva ou faça sol'

Em meio à falta d'água causada pela seca no Cantareira, peça publicitária afirma que os habitantes do Estado 'vão mostrar mais uma vez que são maiores do que qualquer crise'

Fabio Leite, O Estado de S. Paulo

12 Maio 2014 | 18h27

SÃO PAULO - Após escalar o apresentador de TV Rodrigo Faro para convocar seus clientes a economizarem água por causa da histórica estiagem do Sistema Cantareira, a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) agora enaltece a "coragem", "determinação" e "solidariedade" dos paulistas para enfrentar a crise de abastecimento de água.

"Paulista é aquele que nasceu para vencer, faça chuva ou faça sol", afirma a nova peça publicitária da Sabesp. Com um minuto de duração, a propaganda diz que "paulista é todo aquele que nasce da união da coragem com a determinação" e que "agora um novo desafio surgiu" porque "a chuva não veio" e "São Paulo vive a maior seca da sua história".

"Mas os paulistas vão mostrar mais uma vez que são maiores do que qualquer crise. Pode faltar chuva, mas não vai existir escassez de solidariedade. Pode não vir água do céu, mas com a colaboração de todos ela vai continuar vindo pela torneira. Porque não importa o tamanho do desafio. Paulista é aquele que nasceu para vencer, faça chuva ou faça sol", conclui a peça.

 

O gasto com propaganda foi preservado do corte de R$ 900 milhões anunciado no início do ano pela Sabesp por causa da crise de abastecimento. Em março, a empresa assinou os contratos com as três agências de publicidade no valor de R$ 43,7 milhões, mesmo valor dos negócios anteriores.

Segundo a Sabesp, "a campanha publicitária é de fundamental importância para conscientização da população neste momento de escassez hídrica". Nas peças anteriores, a empresa destacou o plano de bônus com desconto de 30% para quem economizar ao menos 20% de água e os investimentos realizados nos últimos anos para aumentar a oferta de abastecimento.

As peças publicitárias da Sabesp vieram na esteira das críticas feitas na propaganda partidária pelos pré-candidatos a governador de São Paulo pelo PT, Alexandre Padilha, e pelo PMDB, Paulo Skaf, à gestão da empresa nos governos do PSDB. Eles serão adversários do governador tucano Geraldo Alckmin, que tentará a reeleição em outubro.

Mais conteúdo sobre:
Sabesp Cantareira crise hídrica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.