Na saída do feriado, SP tem 259 km de lentidão

Chuva ajudou a complicar o trânsito e cidade registrou 2º maior congestionamento do ano

O Estado de S.Paulo

12 Outubro 2012 | 03h06

A saída ontem para o feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida exigiu paciência dos motoristas - e não só daqueles que viajaram. Quem precisou se deslocar por São Paulo também ficou parado. Às 18h30, o congestionamento bateu os 259 km, o segundo maior índice do ano. O recorde histórico é de 1.º de junho, às 19h, com 295 km. Já à meia-noite, o congestionamento acabou: só havia 1 km.

A via com maior lentidão era a Marginal do Tietê, com 19,8 km no sentido Ayrton Senna, às 19h. No mesmo horário, a zona sul tinha os piores índices de lentidão, com 83 km, seguida pela zona oeste, com 71 km. Os números são da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), que atribuiu a situação do trânsito à chuva e ao excesso de veículos. Já segundo levantamento da empresa Maplink, que usa rastreadores via satélite, o congestionamento chegou a 735 km - mas também não foi recorde.

A previsão é de tráfego intenso para quem vai viajar hoje. O pior horário nas principais estradas é das 7h até o início da noite. Só no Sistema Anchieta-Imigrantes, o tráfego intenso deve seguir até as 20h. As demais rodovias com grande fluxo previsto até as 18h são: Fernão Dias, Padre Manoel da Nóbrega, Mogi-Bertioga e Tamoios. Entre aqueles que já viajaram, o tempo ruim não foi impedimento. "Como é feriado religioso, muita gente já estava programada, sobretudo quem vai para Aparecida", disse Marcos Brunelli, da CCR Nova Dutra.

Cerca de 26,4 mil carros vão deixar São Paulo hoje pela Via Dutra. No Sistema Anchieta-Imigrantes, sentido litoral, mais de 53 mil veículos já tinham descido até as 17h. Hoje, até as 20h, está em vigor a operação descida 7x3 pela Imigrantes. Já nas Rodovias Anhanguera e Bandeirantes, o pior horário será das 8h às 13h, e no sistema Castelo Branco-Raposo Tavares, das 7h às 15h. Na Régis Bittencourt, sentido Curitiba, o motorista deve evitar viajar das 6h às 14h. Além disso, é preciso ficar atento a obras e interdições (veja mapa ao lado).

A Polícia Rodoviária Estadual recomenda atenção redobrada por causa da neblina. A previsão é de chuva e frio até segunda-feira. Os dias serão nublados, com chuva isolada. E a chegada de uma frente fria, com ventos e correntezas, poderá interromper o sistema de travessia por balsas entre São Sebastião e Ilhabela.

Energia. Segundo a AES Eletropaulo, por causa da chuva, trechos do Tatuapé, na zona leste, e do Brás, na região central, ficaram sem luz. Houve relatos de falta de energia no Ipiranga.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.