Marina Azaredo/Estadão
Marina Azaredo/Estadão

Na Marcha da Maconha, grupo manda baseado gigante para viajar no céu

Organizadores distribuem folhetos com orientações de segurança para a marcha, como não cair na provocação da polícia e o que fazer em caso de prisão

Marina Azaredo, O Estado de S. Paulo

26 Abril 2014 | 16h21

SÃO PAULO - Entre os manifestantes que se concentram no vão livre do Masp para a Marcha da Maconha, há um grupo que planejou uma ação diferente para o ato: mandar um baseado de maconha para "viajar". Às 16h20, eles pretendem mandar para o céu um enorme baseado de maconha com a ajuda de 420 balões de gás.

"As pessoas costumam ter uma viagem depois de fumar. Hoje vai ser diferente, a maconha é que vai viajar. Vai ser a maior viagem da maior maconha do mundo", explica o músico Thiago Talamonte, de 29 anos. "Esperamos que essa viagem da maconha abra a mente dos nossos políticos para os benefícios dessa droga ancestral", completou.

Segundo a Polícia Militar, há cerca de 800 manifestantes no Masp para participar da Marcha. Os organizadores do ato aguardam 10 mil pessoas. Os que já chegaram pintam cartazes e finalizam o material que será usado durante o ato. A marcha deve sair às 16h20 e o trajeto previsto passa pela Augusta e Consolação, terminando na Praça Roosevelt.

Os organizadores distribuem folhetos com orientações de segurança para a marcha, como não cair na provocação da polícia e o que fazer em caso de prisão. O ato terá um cordão de pessoas de mãos dadas do início ao fim e os organizadores pedem que os participantes não quebrem a corrente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.