Na Indonésia, dois estão condenados à pena de morte

Dois brasileiros vivem o drama da pena de morte na Indonésia. Ambos foram condenados por tráfico de drogas. O carioca Marco Archer Moreira, de 49 anos, foi preso em 2003 quando tentava entrar no país do Sudeste Asiático portando 15 quilos de cocaína em um equipamento de voo livre. O carioca tentou reverter a situação na Justiça, mas não obteve sucesso. Suas esperanças recaem agora nas tentativas do governo brasileiro junto às autoridades indonésias.

, O Estado de S.Paulo

27 Maio 2011 | 00h00

O outro brasileiro condenado à morte é o paranaense Rodrigo Gularte, de 38 anos, Ele foi preso há cinco anos em Jacarta, capital do arquipélago asiático, com 6 quilos de cocaína dentro de suas pranchas.

O Ministério das Relações Exteriores informou que esses são os únicos brasileiros condenados à morte no mundo. O órgão não conseguiu dizer quantos são os sentenciados à prisão perpétua. Disse apenas que o número é bastante baixo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.