Na copa, torcida terá de descer a 1 km de estádio

Por segurança, acesso ao Itaquerão será feito pela Estação Artur Alvim

Bruno Ribeiro - O Estado de S. Paulo,

23 Agosto 2012 | 23h00

SÃO PAULO - Torcedores que forem assistir aos jogos da Copa do Mundo no "Itaquerão", na zona leste de São Paulo, só vão conhecer a Estação Itaquera do Metrô, a mais próxima do futuro estádio do Corinthians, do lado de fora. Segundo a São Paulo Transportes (SPTrans), a Fifa, organizadora dos jogos, recomendou que o acesso do público ao estádio seja feito pela Estação Artur Alvim, distante cerca de 1 quilômetro do equipamento.

O motivo da preferência por Artur Alvim é a segurança. Segundo técnicos da SPTrans, a experiência repassada pela Fifa mostra que há problemas com a aglomeração das torcidas caso o acesso ao metrô seja muito próximo da entrada do estádio. Daí a organização recomendar uma parada mais distante.

O secretário municipal adjunto de Transportes, Pedro Luiz de Brito Machado, cita como exemplo o estádio de Munique, na Alemanha. A Allianz Arena, inaugurada em 2005 para a Copa de 2006, realizada naquele país, foi feita propositalmente a cerca de 800 metros dos meios de transporte mais próximos. Em São Paulo, como o metrô já estava do lado do terreno do Corinthians, a construção do estádio não exigiu uma nova parada.

O Metrô, porém, evita confirmar a preferência por Artur Alvim. Em nota, diz que vai operar as estações normalmente nos dias de jogo em 2014, mas afirma que "o comitê organizador do evento em São Paulo vai apontar qual a melhor rota para entrar e sair do estádio. Nos demais jogos, o Metrô seguirá a orientação do órgão que cuida da segurança pública".

Moradores. A SPTrans afirma que já há estudos para manter o funcionamento do transporte público para que os moradores de Itaquera não sejam prejudicados pela preferência por Artur Alvim. Entre as medidas, está a transferência de linhas de ônibus. Os técnicos, entretanto, trabalham com a expectativa de que seja decretado feriado municipal nos dias de partida.

A caminhada entre Itaquera e Artur Alvim é feita em cerca de 15 minutos. Nesse tempo, a multidão, que deixa o estádio em bloco, no fim das partidas, será dispersada, o que minimizaria eventuais tumultos. Em Itaquera, o estádio fica a cerca de apenas 100 metros da passarela que liga a estação à Avenida Doutor Luís Aires.

Ainda de acordo com a SPTrans, a opção pela Estação Artur Alvim não inviabiliza os demais projetos de transporte previstos para a área e que estão saindo do papel graças ao Mundial.

No terreno da estação, a Prefeitura está terminando projeto de extensão do terminal de ônibus que atende os moradores do bairro e fará uma nova rodoviária, que também deverá ficar pronta antes da Copa.

Prevista para receber cerca de 200 ônibus e destino obrigatório dos veículos que virão das Rodovias Ayrton Senna e Dutra, a estrutura será a conexão dos passageiros que desembarcarão no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, e vão usar ônibus para chegar até o metrô.

Mais conteúdo sobre:
CopaArthur AlvimItaquerão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.