Na capital paulista, cidadão reclama da falta de informações

'O sistema caiu de madrugada. Podiam ter avisado', diz conferente; nem cartazes alertavam da falha no sistema

GIO MENDES, O Estado de S.Paulo

14 Março 2012 | 03h04

"Pior que a falta de sistema, só a falta de comunicação." A afirmação é do aposentado William Cassulino, de 65 anos, que não conseguiu retirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no posto do Detran no Poupatempo da Sé, região central de São Paulo, na tarde de ontem. Segundo ele, o Detran deveria comunicar as pessoas por telefone ao perceber que o sistema permaneceria fora do ar ao longo do dia.

"Só perdi o meu tempo. Só ao chegar aqui fiquei sabendo do problema e não havia prazo para o serviço voltar", disse Cassulino, que mora no Imirim, na zona norte da capital paulista.

O conferente José Alfredo da Silva, de 34 anos, levou duas horas e meia para sair de Jandira, município da Grande São Paulo, e chegar ao Poupatempo. Assim como Cassulino, ele havia renovado a CNH e agendado a retirada do documento ontem.

"Tive de deixar o trabalho mais cedo e pegar um ônibus, um trem e o metrô para vir aqui", afirmou Silva, que também acredita que o Detran deveria avisar sobre essas falhas com antecedência. "Era o mínimo que podiam fazer, uma vez que o sistema caiu de madrugada. O Detran tinha dois telefones meus. Por que não ligaram?", questionou.

Em menos de uma semana, foi a segunda vez que o aposentado José Milton Bergamini, de 62 anos, enfrenta uma falha no sistema do Detran durante a renovação da CNH. "Vim aqui na quinta-feira e o sistema estava fora do ar. Agora passo por isso de novo. O que prejudica o atendimento é a instabilidade do sistema", disse Bergamini, que mora no Jabaquara, na zona sul de São Paulo.

Segundo os funcionários do Detran que trabalham no Poupatempo, apenas a emissão de CNH ficou comprometida ontem. Eles não informaram quantas pessoas tiveram de ir embora sem atendimento.

As pessoas entrevistadas pela reportagem foram orientadas pelos funcionários do posto do Detran a ligar para o telefone 0800-772-3633 a partir de hoje, para saber se o sistema tinha voltado a funcionar e se poderiam retirar os documentos pré-agendados. "Não souberam responder se eu conseguiria retirar a minha carta amanhã (hoje), caso o sistema voltasse. Como muita gente deve ter sido prejudicada, o serviço de emissão de CNHs ficará acumulado", afirmou Cassulino.

Impossibilidade. Procurado, o Detran paulista informou que não tem como avisar as pessoas por telefone sobre possíveis falhas, porque o número de atendidos pelo órgão é muito grande. Segundo o Detran, todas as unidades que prestam serviços para motoristas no Estado foram orientadas a afixar cartazes para informar a população sobre a falta de sistema na tarde de ontem.

A reportagem constatou, porém, que não havia nenhum cartaz desse tipo no Poupatempo da Sé. As pessoas só eram informadas do problema ao chegar nos guichês de atendimento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.