Nº de motoqueiros mortos em acidente cresce 10% na capital

Dados da Secretaria Municipal de Saúde mostram que o número de motoqueiros mortos na capital paulista em acidentes de trânsito continua aumentando. As informações fechadas entre janeiro e setembro do ano passado revelam aumento de 10% no número de casos, na comparação com o mesmo período de 2010. Enquanto isso, o número de atropelamentos com morte e de mortes de ocupantes de automóveis apresentaram queda.

O Estado de S.Paulo

20 Abril 2012 | 03h02

Em números absolutos, o número de motoqueiros mortos em acidentes subiu de 351 para 389. Já o número de atropelamentos caiu de 495 para 466, redução de 5%; e o registro de mortes em acidentes de carro foi reduzido de 124 ocorrências para 118, ou 4% a menos. A capital teve ainda redução de 4% no número total de mortes no trânsito no mesmo período, de 1.096, em 2010, para 1.050, em 2011. / BRUNO RIBEIRO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.