Nº de mortos pela polícia cresce 29% em abril

Os casos de resistência seguida de morte ? homicídios causados pela polícia em supostos confrontos ? voltaram a crescer em abril. Foram 58 ocorrências, 29% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado. Comparado a abril de 2008 (29 casos), o número é 100% maior.

Bruno Paes Manso, O Estado de S.Paulo

19 de maio de 2010 | 00h00

"O crescimento das ocorrências de resistência seguida de morte é especialmente preocupante porque tem persistido", afirma o ouvidor da Polícia, Luiz Gonzaga Dantas.

No ano passado, os 397 casos de resistência já haviam sido 75% maior do que 2008. A tendência de alta permaneceu no primeiro trimestre deste ano: 146 casos, 40% mais do que o total no mesmo período do ano anterior. Em abril, cresceu a participação de ocorrências envolvendo policiais das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota): dez casos, mesmo número registrado nos três primeiros meses do ano.

Santos, que entre 17 e 26 de abril registrou 23 homicídios, também viu crescerem os casos de resistência seguida de morte no mês passado. Foram seis ocorrências. Em todo o primeiro trimestre do ano, haviam sido registrados oito casos. A PM deve comentar os números hoje.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.