Nº de homossexuais mortos aumenta 27%

Levantamento feito pelo Grupo Gay da Bahia (GGB) mostra que foram assassinados, no ano passado, 338 homossexuais. O dado representa um crescimento de 27% no número de homicídios na comparação com 2011 (266 casos). Desde 2005 (81 casos), o número cresceu 317%. São Paulo registrou o maior número absoluto de assassinatos, com 45 casos, seguido de Pernambuco, com 33, e Bahia, com 29.

O Estado de S.Paulo

11 Janeiro 2013 | 02h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.