Nº de casos mais que dobra

O roubo seguido de morte foi o crime que mais cresceu porcentualmente em janeiro. Na capital, latrocínios aumentaram 114%, passando para 15 ocorrências. Entre elas está o caso de Daniela Nogueira de Oliveira, de 25 anos. Grávida, ela foi baleada na cabeça quando chegava em casa na zona sul de São Paulo. O crescimento dos latrocínios também foi grande no Estado - em janeiro, foram 34 casos - ante 21 no mesmo mês do ano passado, um crescimento de 61,9%.

O Estado de S.Paulo

01 Março 2013 | 02h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.