Mutirão de testes de HIV começa nesta terça-feira em SP

Até 1 de dezembro, Secretaria da Saúde deve realizar 120 mil exames

Solange Spigliatti, Central de Notícias

16 de novembro de 2010 | 11h30

PAULO - Começou por volta das 10 horas desta terça-feira, 16, o mutirão para a realização de testes de HIV, promovido pela Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo. Cerca de 120 mil exames devem ser feitos gratuitamente até o dia 1 de dezembro.

 

A campanha "Fique Sabendo" 2010 tem como objetivo incentivar o diagnóstico precoce da infecção pelo vírus da Aids, que é considerado fundamental para o sucesso do tratamento. A campanha também pretende incentivar pessoas que nunca realizaram o teste a conhecerem o seu status sorológico verdadeiro, independentemente de sua sexualidade.

 

Até 1 de dezembro, Dia Mundial de Combate à Aids, cerca de 120 mil exames, dos quais 20 mil testes rápidos (resultados em cerca de 15 minutos) deverão ser realizados em todo o Estado, segundo a secretaria. Informações sobre as unidades participantes podem ser obtidas pelo Disque DST/Aids - 0800-16-25-50.

 

Mais de 460 municípios aderiram à campanha, num total de 3,5 mil unidades de saúde. Ao todo foram mobilizados para a ação cerca de 40 mil profissionais de saúde de diferentes áreas, entre enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais e técnicos de laboratório, entre outros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.