Músicos de rua embalam longa espera nas filas

Uma ideia para a produção do próximo Rock in Rio: já que há filas gigantes para tudo dentro e fora da Cidade do Rock (compra de passagens de ônibus, tirolesa, entrada principal…), músicos de rua poderiam ser contratados para animar espaços em que há grandes concentrações. Isso naturalmente já acontece no Terminal Alvorada, onde um roqueiro tocava clássicos dos anos 70, e na Av. Salvador Allende, onde um saxofonista fazia a trilha sonora para os fãs.

O Estado de S.Paulo

15 de setembro de 2013 | 02h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.