Museu deve ser inaugurado no ano que vem no centro

Com previsão de ser inaugurado no ano que vem, o Museu Judaico de São Paulo deve expor mais de mil peças relacionadas à cultura judaica.

O Estado de S.Paulo

04 Julho 2012 | 03h04

O espaço será criado no templo Beth-El, na Rua Martinho Prado, no centro da capital paulista, e deve consumir R$ 22 milhões de investimentos, com patrocínios da iniciativa privada - parte obtida por meio de leis de incentivo à cultura.

Entre os itens que devem compor o acervo da instituição, destaque para o diário de Lore Dublon, uma adolescente judia alemã que enfrentou a tragédia da perseguição nazista e relatou seu dia a dia entre os anos de 1941 e 1942.

A autenticidade desse material foi confirmada no ano passado quando, a pedido do Estado, os textos foram analisado por historiadores europeus, israelenses e brasileiros do Holocausto. / E.V.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.