Musa da Copa, Larissa Riquelme é roubada no Rio

A modelo paraguaia Larissa Riquelme, que ficou conhecida como a musa da Copa do Mundo da África do Sul, neste ano, visitou o Rio neste fim de semana para fazer um ensaio fotográfico. No domingo à tarde, porém, Larissa, o namorado, a irmã e uma amiga acabaram assaltados enquanto passeavam na Praia de Ipanema, na zona sul carioca. O caso ganhou repercussão na mídia internacional.

, O Estado de S.Paulo

27 de julho de 2010 | 00h00

Os dois ladrões levaram um telefone celular, duas câmeras fotográficas e vários documentos. Ela pediu auxílio aos gritos e os policiais rapidamente chegaram ao local, mas não conseguiram deter os criminosos. Os agentes sugeriram que fosse registrada queixa na delegacia especializada para turistas, mas nem Larissa nem seus acompanhantes quiseram registrar um boletim de ocorrência, uma vez que precisavam viajar.

Trata-se da segunda visita da modelo ao Brasil, desde que ficou famosa durante a transmissão de jogos em Assunção. Poucos dias depois do término do mundial, ela esteve em São Paulo para fazer fotos para uma campanha publicitária.

"Playboy". Ontem, voltou à capital paulista e esteve na sede da Editora Abril, em Pinheiros (zona oeste). Larissa assinou contrato para posar nua para a edição brasileira da Playboy, conforme o site da publicação.

A editora não detalhou, porém, quando publicará as fotos da jovem, mas a expectativa é de que isso ocorra em setembro ou outubro. A modelo havia prometido tirar a roupa caso o Paraguai chegasse às semifinais da Copa - a seleção acabou eliminada nas quartas de final. No entanto, a jovem aceitou fazer uma série de ensaios sensuais, mesmo após a desclassificação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.