Muro desaba e mata pelo menos sete pessoas em Sorocaba

Chovia forte quando a estrutura da antiga fábrica Santo Antônio veio abaixo

José Maria Tomazela, de O Estado de S.Paulo - Atualizado às 23h30

20 de dezembro de 2012 | 22h01

SOROCABA - Pelo menos sete pessoas morreram atingidas pelo desabamento do muro de uma antiga fábrica de tecidos, nesta quinta-feira à noite, na região central de Sorocaba, a 92 km de São Paulo. O Corpo de Bombeiros encerrou às 23 horas as buscas por novas vítimas do desabamento.

Chovia forte quando a estrutura da antiga fábrica Santo Antônio veio abaixo, atingindo pedestres, carros, motos e até um ônibus. No local funciona o mais movimentado terminal de passageiros de ônibus de Sorocaba. Das sete pessoas mortas, pelo menos três estavam em dois veículos que foram atingidos em cheio pelos escombros. O piloto da moto soterrada pelos tijolos também morreu. Um ônibus lotado foi atingido, mas os passageiros nada sofreram. A parede ficava rente à calçada e não era sustentada por outras estruturas.

O acidente aconteceu no final do horário de pico, quando a rua estava apinhada de veículos e pedestres. As avenidas e ruas do entorno foram rapidamente interditadas. Bombeiros, guardas municipais e equipes da Defesa Civil foram mobilizados para o socorro às vítimas. Viaturas do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) transportavam vítimas para o pronto-socorro do Hospital Regional. Até as 21h50 não havia informações sobre o número de feridos. 

O prédio era histórico: a antiga Fábrica de Tecidos Santo Antonio foi inaugurada em 1913 e desativada na década de 1980. O prédio ficara abandonado e, atualmente, passa por restauro para abrigar o Shopping Pátio Cianê. As obras ainda não tinham chegado àquela estrutura. Possivelmente a parede estava abalada em razão do tráfego intenso da rua Comendador Oeterer, que é também corredor de ônibus.

As causas do desabamento serão investigadas. Uma equipe da Polícia Científica ainda fazia perícia no local no final da noite. A prefeitura informou que a obra estava em situação regular.

Tudo o que sabemos sobre:
Sorocabamortedesabamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.