Mundo urbano

Cidade da Califórnia cria sistema para prever crimes

Iuri Pitta e Flávia Tavares, O Estado de S.Paulo

21 de agosto de 2011 | 00h00

No filme Minority Report, lançado em 2002, Tom Cruise era um policial que prendia bandidos antes que eles cometessem o crime no longínquo ano de 2054. Pois apenas nove anos depois a cidade de Santa Cruz, na Califórnia (EUA), já transformou a ficção científica em algo próximo da realidade.

Com um programa desenvolvido por dois matemáticos, um antropólogo e um criminologista, e baseado nos modelos que analisam réplicas de terremotos e nas estatísticas de criminalidade de anos anteriores, a polícia de Santa Cruz montou um banco de dados que indica onde e quando os próximos crimes têm mais chance de ocorrer. Além disso, esse banco cresce diariamente, com informações das novas ocorrências.

Segundo oficiais, diversos delitos foram impedidos e cinco pessoas foram presas a partir das previsões do programa. O sucesso da iniciativa já deixou outras cidades de olho. Inspiradas pela polícia vidente da Califórnia, Los Angeles deve implementar o sistema no fim deste ano e Chicago criou um departamento de análise preventiva em 2010.

ARQUITETURA SOCIAL

Oscar Niemeyer, o mais "curtido" do Facebook

Um site de arquitetura pesquisou quais são os profissionais em atividade mais populares no Facebook. E o número 1 é o brasileiro Oscar Niemeyer, de 103 anos. Até sexta-feira, 267 mil internautas haviam curtido a página em homenagem ao criador das construções de Brasília, do Edifício Copan e do Parque do Ibirapuera, entre outros.

Quem mais chega perto de Niemeyer é Zaha Hadid, iraquiana de 60 anos radicada em Londres que recentemente projetou o conjunto aquático da Olimpíada de 2012, com 255 mil fãs. Depois, vêm o espanhol Santiago Calatrava (171,5 mil) e o italiano Renzo Piano (171 mil). Outros nomes pop da arquitetura, como Jacques Herzog (40 mil), Norman Foster (16 mil) e Daniel Libeskind (10 mil), não são tão curtidos assim na principal rede social do planeta.

LEGADO

"A arquitetura deve refletir seu tempo e seu lugar, mas tem de almejar a eternidade."

Frank Gehry

ARQUITETO CANADENSE RADICADO NOS EUA QUE PROJETOU O MUSEU GUGGENHEIM BILBAO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.