Multas, no valor de R$ 53,20, começam já no dia 2

Fiscais da São Paulo Transporte (SPTrans) e da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) apenas indicavam a restrição aos motoristas furões, na manhã de ontem. Somente veículos que precisam entrar nos estabelecimentos da Avenida Sumaré ou fazer uma conversão à direita em alguma rua têm autorização para percorrer a faixa, mas por poucos metros.

Caio do Valle, O Estado de S.Paulo

19 Novembro 2013 | 02h10

As multas para quem não obedecer às novas regras começarão a ser aplicadas, de acordo com a CET, no dia 2 de dezembro, quando a fiscalização punitiva começará naquele eixo. A infração, média, custará R$ 53,20 e renderá três pontos na carteira nacional de habilitação.

A CET informou que a pintura total de sinalização horizontal da Avenida Sumaré ocorrerá ainda nesta semana, assim como a criação dos bolsões exclusivos para motociclistas - contrapartida à remoção da motofaixa.

Esses novos espaços ficarão nos principais cruzamentos do eixo da Sumaré, em esquinas como as das Ruas Capote Valente e Lisboa. Nenhum desses bolsões, entretanto, havia sido criado até a manhã dessa segunda-feira, 18.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.