Werther Santana/AE 09/09/2011
Werther Santana/AE 09/09/2011

Multas crescem 5 vezes após início de campanha

O número diário de multas aplicadas pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) por desrespeito a pedestres em São Paulo cresceu cinco vezes desde que a fiscalização intensa foi expandida para toda a capital, em 19 de setembro. Até o fim de setembro, 16.592 autuações foram anotadas pelos marronzinhos, uma média de 1.382 por dia.

CAIO DO VALLE / JORNAL DA TARDE, O Estado de S.Paulo

05 Outubro 2011 | 03h05

Já entre 8 de agosto, quando a fiscalização começou a ser feita na região central da cidade, até 9 de setembro, houve um total de 10.266 multas, ou cerca de 311 por dia. Hoje, a Prefeitura divulga um balanço dos atropelamentos e das mortes em acidentes de trânsito na cidade que mostra os primeiros resultados do programa de proteção aos pedestres, iniciado em maio.

Ao todo, de 8 de agosto a 30 de setembro, 28.393 multas por desrespeito a pedestres foram registradas na capital. São cinco as infrações nesse sentido: deixar de dar preferência a quem está a pé ou de bicicleta na faixa, não esperar as pessoas finalizarem a travessia (mesmo se o sinal abrir), ignorar a prioridade delas em conversões, não ligar a seta para dobrar a esquina e parar sobre a faixa de pedestres quando o farol fechar. Furar sinal fechado também foi contabilizado.

Segundo a CET, nesse período, as irregularidades que mais levaram a autuações foram não dar a seta ao fazer a curva (10.041) e avançar o sinal vermelho (6.377). Depois aparecem, com 5.229 multas, o enquadramento por não priorizar os pedestres nas conversões e, com 4.496 infrações lavradas, deixar de dar preferência às pessoas na faixa. Já parar sobre a faixa de travessia durante a mudança do sinal rendeu 1.239 multas. Por fim, com 806 autuações registradas, aparece a infração ligada à prática de não esperar pedestres concluírem a travessia.

Câmeras. Do total de multas por desrespeito a pedestres aplicadas pela CET entre 19 e 30 de setembro, 205 foram por meio de câmeras de vídeo. De acordo com a CET, trata-se da primeira vez em que autuações de trânsito são lavradas desse jeito na cidade. Antes, esses equipamentos eram usados apenas para monitoramento do trânsito.

Ao todo, a CET tem 240 câmeras habilitadas para flagrar infrações de veículos contra quem está a pé. A cidade tem 500 câmeras. Elas começaram a autuar no dia 19, com a expansão do programa de respeito ao pedestre.

As multas a distância são anotadas por marronzinhos da CET em cinco centrais de monitoramento do trânsito. Além de aplicar multas, os agentes também podem usar as câmeras para identificar cruzamentos onde ocorre desrespeito ao pedestre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.