Gabriela Biló/Estadão
Gabriela Biló/Estadão

Multa poderá ser parcelada no cartão de crédito

Anúncio será feito pelo prefeito Bruno Covas nesta quinta-feira, 20

O Estado de S.Paulo

20 Dezembro 2018 | 00h42

SÃO PAULO - O prefeito de São Paulo Bruno Covas vai anunciar nesta quinta-feira, 20, a possibilidade de se realizar parcelamento de multas no cartão de crédito.

A mudança era prevista em resolução publicada em julho pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que liberou os órgãos de trânsito dos Estados e municípios a receberem pagamento de multas de trânsito e impostos relacionados aos veículos por meio de cartão de crédito. Assim, as multas poderão ser parceladas. 

O parcelamento poderá englobar uma ou mais multas de trânsito vinculadas ao veículo. A implementação da nova regra, que é opcional para cada órgão, depende ainda do credenciamento das instituições financeiras no Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e não tem cronograma definido.

Também será anunciada a ampliação de serviços de defesa da autuação e indicação de condutor para motoristas, para desburocratizar procedimentos e reduzir prazos em recursos. 

Mais conteúdo sobre:
cartão de crédito

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.